Ainda sobre o tema poupanças, agora na área da alimentação, sendo está as despesas maior após as contas de casa e da qual não passamos, e não devemos de passar sem uma boa alimentação.

Gastamos uma boa percentagem do nosso dinheiro na alimentação. E então, como poupar dinheiro no supermercado?

Aqui partilho algumas dicas, das quais eu uso e que podem ajudar a poupar dinheiro no supermercado de forma a não prejudicar a nossa alimentação e por consequência a nossa saúde.

1. Faz uma lista do que precisas de comprar

Se queres poupar dinheiro no supermercado, o trabalho tem de começar em casa. Fazer uma lista é fundamental para que não saias do supermercado com o carrinho de compras com o dobro daquilo de que precisas e uma conta astronómica. Se costumas entrar pelo supermercado sem grande rumo e tudo te parece necessário, esquece, esses dias acabaram.

Percorre a casa antes de saíres e aponta todas as necessidades para que não falte nada e para que não venha nada em excesso.  É muito mais fácil fazeres compras com uma lista porque sabes exactamente o que vais comprar e evitas comprar coisas por impulso de que nem sequer precisas.

2. Faz compras mensais, semanais ou quinzenais 

Organiza a tua vida de forma a criares uma rotina nas tuas compras, mensais, semanais ou quinzenais. Faz uma sondagem dos hipermercados, supermercados e mercado junto da zona ondes vives e compara os preços, de forma a saberes qual o melhor para ti.

Não é necessário adquirir todos os produtos no mesmo sítio, mas se por acaso tens um local que tem bons preços e tudo o que precisas, óptimo. Assim, estares a poupar tempo nas deslocações, estacionamento, logística. Caso sejas como eu que não faço as compras todas no mesmo sítio, eu organizo me de forma a passar nos sítios onde faço as minhas compras. A organização é uma das bases da poupança e esta é uma excelente forma de poupar dinheiro no supermercado.

3. Faz a ementa da semana

Ter uma ementa da semana, ajuda-nos a aproveitar todos os ingredientes que temos em casa e sabermos o que temos na despensa e no frigorífico/ congelador. Ir as compras com uma ementa da semana já definida e respetivos ingredientes, evita que compres produtos aleatórios e que não combinam ou comida em excesso.

4. Vê o preço dos produtos ao Kg, Litro ou Unidade 

Geralmente o preço dos produtos ao Kg, Litro ou Unidade está em letras minúsculas na etiqueta. E se te guiares por estes preços, sabes se estás, ou não, a pagar o preço mais barato pelo produto que vais comprar. Ver o preço desta forma ajuda-te a fazeres compras mais inteligentes e na maior parte das vezes a pagares menos por mais quantidade de produto. Por isso mesmo, a lógica tem de ser esta para todos os produtos que compras habitualmente e que podes comprar em grandes quantidades sem que se estraguem. 

Se começares a incluir este hábito na tua ida às compras, ele vai passar a ser uma rotina e vais passar a fazê-lo naturalmente. Um cêntimo aqui, e outro cêntimo ali, fazem uns euros no final.

5. Aproveita as promoções 

De certeza que és fiel a alguns produtos no supermercado, por isso mesmo só tens de estar com atenção quando esses produtos estiverem a chegar ao fim e aproveitar para os comprar quando estiverem em promoção.

É uma excelente forma de poupar dinheiro e só pagas o preço normal desses produtos se não fores organizado/a ou se não estiveres com atenção.Com uma simples visita ao site do supermercado onde costumas fazer compras, tens acesso ao folheto da semana e consegues ver que produtos vão estar em promoção. 

6. Dá uma hipótese aos produtos de marca branca

A marca branca pode ser uma verdadeira aliada na poupança.

Há muitos produtos de marca branca (a marca dos supermercados) que são igualmente bons (ou melhores) que os produtos de marca. Ainda existe um certo preconceito em comprar este tipo de produtos, mas se tiverem uma boa composição porque não dar o benefício da dúvida? 

Da próxima vez que fores ao supermercado, compara o preço do que queres comprar (marca convencional vs marca branca), lê o rótulo do produto de marca branca, e se te parecer bem, traz e experimenta.  Se não gostares a tua opinião já tem um fundamento e se gostares começas a comprar e vais conseguir poupar muito, muito dinheiro!

7. Evita os produtos já arranjados e embalados e privilegia os frescos

Os produtos já arranjados e embalados como fruta, legumes, carne, charcutaria, etc são giros e dão imenso jeito, mas muitas das vezes custam o dobro do preço.  O mesmo acontece com os produtos congelados. Compra os produtos frescos e a granel, arranja-os e congela os nas quantidades certas para uma vez, ou até mesmo fazer os rissóis, almondegas, hambúrgueres em casa. Perdes tempo, mas ganhas dinheiro.

8. Vai sozinho/a, com tempo e sem fome

Os filhos são o melhor do mundo, não é? Mas no supermercado podem ser um verdadeiro pesadelo e pode tornar-se desgastante a todos os níveis, incluindo ao nível da carteira. Se puderes fazer compras sozinha/o opta sempre por fazê-lo e de preferência come qualquer coisa antes de ires, para não caíres em tentações no corredor das bolachas.

E não vás às compras com o tempo contado. Vai com tempo para veres os produtos que há, e fazeres as escolhas mais económicas.

9. Define um orçamento 

É fundamental definires um orçamento para as compras do mês, de forma a que não tenhas surpresas quando o mês se estiver a aproximar do fim e tu já estiveres quase sem dinheiro. Um orçamento permite-te ter as coisas controladas e permite que não vaciles e que não compres coisas ao disparate. 

Os gastos no supermercado serão sempre recorrentes no teu orçamento e são responsáveis por uma das maiores fatias todos os meses. Por isso, se der para tomar decisões que ajudem a minimizar o dinheiro que gastamos, devemos fazê-lo. Uma boa organização é a base para tudo.

Pequenas atitudes, fazem grandes mudanças!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.